Santos

...o Espírito Santo, a sexta-feira santa, o santo do dia, celebrar seu santo… Santo, santo, santo! Ainda que pareça sem significado, a palavra santo está associada a vários aspectos de nossas vidas.  E ainda aparece no nome de algumas cidades: Santa Catarina, São Paulo… A famosa cidade de San Francisco está também associada a um santo: seu nome vem da tradução espanhola de São Francisco de Assis.

De fato, a palavra “Santo” organiza de certo modo nossa vida diária: aparece em nossos calendários, às vezes buscamos pelo santo do dia, etc. Mas para nós cristãos quem são os santos? O que tem eles a nos ensinar? 

Através deste guia, aprofundaremos o mistério da santidade, e descobriremos numerosas vidas do santos, das quais são muito emocionantes e inspiradoras!

O que é um santo?

Não é surpreendente que a palavra santo venha da religião. A santidade é um conceito que se aplica a objetos (a Santa Bíblia, o Santo Sudário) a noções abstratas (o Espírito Santo, o rito do Santíssimo Sacramento) e aos homens. Ao fazermos referência às línguas, a palavra santo vem do latim sanctus, e é traduzida em grego por hagios ( chamamos de “hagiografia” a biografia de um santo). A palavra se refere ao que é vulnerável, que se eleva para o sagrado, ao que é puro, que se aproxima de Deus.

Os santos são seres que tocados pela graça e cheios de virtudes, consagram suas vidas para seguir plenamente a palavra de Cristo. Cuidado, isto não significa que um santo seja um super-herói, porém digamos que os santos tem o papel de modelo para seus irmãos e irmãs. Mártires, reis, monges, freiras, ricos, pobres, homens, mulheres… Não importa suas origens, todos os santos são exemplos de vida plenamente ofertada ao Cristo e aos outros. Eles são a imagem da promessa celestial na terra, e por isso podemos pedir que intercedam por nós. Quando pedimos a intercessão dos santos em nossas orações, nós cremos que eles podem levar diante de Deus nossas intenções de oração, quer sejam elas para nós, nossos próximos, para a Igreja, para o mundo…

"Sereis para mim santos, porque eu, o Senhor, sou santo; e vos separei dos outros povos para que sejais meus."

(Levitico 20 : 26)

Quem é santo?

Bem, para começar, Deus é santo! Mais que isso, Deus é a santidade.

“Santo é o Senhor, Deus do universo
Hosana no mais alto dos céus!”

Porém cada um de nós somos igualmente chamados à santidade. De fato, ela é a vocação de cada batizado e está ao alcance de todos eles! Sendo assim, não é necessário ser padre, freira, ou ter um dom extraordinário de cura ou profecia para ser santo. Quer seja nossa idade e nosso estado de vida, ser santo é buscar cumprir a vontade de Deus onde estamos, aqui e agora. Isto significa viver nossa vida com ele, amá-lo e amar as pessoas que ele coloca em nossos caminhos; se trata de não mais viver centrado em nós mesmos e no nosso orgulho mas centrados nele e na sua vontade. 

O que nem sempre é fácil, sendo assim, às vezes ter pessoas como exemplo pode nos ajudar a avançar neste caminho para a santidade. Por exemplo: a caridade demonstrada por uma avó, ou um amigo, às vezes pode nos tocar e nos edificar de uma forma muito especial. Como também o que a Beata Chiara Luce ou Santa Teresinha do Menino Jesus vivenciaram, no seio de suas vidas ordinárias, pode nos tocar e inspirar!

Mas se todos nós podemos ser santos, porque este nome é dado apenas a certas pessoas? De um ponto de vista oficial, o culto e veneração aos santos é praticada pelos ramos católicos e ortodoxos do cristianismo. De modo que as pessoas santas, tal como nós as conhecemos, foram reconhecidas oficialmente como tais pela Igreja, seguido de um longo processo de canonização, o qual foi codificado desde o século X. De fato, várias etapas precedem à canonização: primeiramente a pessoa deve ser reconhecida como venerável, depois como bem-aventurado (seguido de um processo de beatificação), e pode em seguida ser, ou não, declarado como santa

Cuidado, isto não quer dizer que a Igreja considera que apenas as pessoas oficialmente canonizadas são santas! Ela sabe bem que para Deus, que conhece o coração de todos, muitas outras pessoas são santas, mas ela deve ser cuidadosa e apenas estabelecer como exemplo de perfeição cristã pessoas do qual atestam a santidade por meio de um grande número de testemunhos e elementos.

Diversidade e influência dos santos e santas de Deus

Existem numerosos santos, desde os primeiros tempos do cristianismo até os dias de hoje. De fato, eles seguiram diversos caminhos, alguns mais tortuosos que outros, desenvolveram seus carismas, cada um à sua maneira, para melhor servir e amar a Deus e seus próximos. Descubra estes maravilhosos exemplos e deixe-se inspirar! 

Os santos que construíram a igreja: os santos dos primeiros tempos, pais e doutores da igreja, papas canonizados

Entre os santos, podemos encontrar principalmente a todos que acompanharam Cristo na sua vida.

Há atualmente 35 Doutores da Igreja, que foram reconhecidos entre o século XIII e o século XXI. 

Estes santos e santas são reconhecidos - além de sua grande fé - por suas importantes contribuições teológicas ao cristianismo. Aqui estão alguns, entres os mais conhecidos:

Além destes, numerosos papas se tornaram santos, entre os mais recentes, podemos citar São Pio X, São João-Paulo II.

Os santos com destinos extraordinários: mártires, taumaturgos, místicos

Quando pensamos nos santos, temos sempre em mente os mártires, prontos para morrer pela fé: São Cristóvão, São Nicolau, Santa Bárbara, Santa Lucia, Santa Maria Goretti, Santo Estêvão, Santa Catarina, São Maximiliano Kolbe

Existem também santos místicos: 

Porém, às vezes, estes destinos extraordinários são realizados através de um caminho de santidade vivenciado em pouco tempo; este é o caso dos santos que morreram jovens e ainda assim já haviam iluminado o mundo com sua fé: São Domingos Sávio (14 anos), São Geraldo Majella (29 anos), Santa Clara de Castelbajac (22 anos) e, muito recentemente, São Carlo Acutis (15 anos).

Obras e heranças dos santos

Alguns santos são também conhecidos por suas obras, corrente espiritual, ordem religiosa, missões…

Os santos próximos a nós 

Os santos são também cristãos que nos são familiares por motivos como: 

Os bem-aventurados e o processo de beatificação

Na busca da santidade, muitos outros avançam e nos guiam neste caminho:

Orar e caminhar com os santos propostos por Hozana

Descubra a riqueza dos santos através das nossas comunidades de oração.  

Propomos também numerosas novenas com diferentes santos e santas católicos. 

Descubra algumas delas: