Cinco momentos de oração pelas pessoas com Síndrome de Down

5 dias de oração e celebração em uma experiência de comunhão e fraternidade, em respeito à diversidade e a inclusão!

Comece o retiro quando você quiser!

Meu filho (a) nasceu com deficiência. E agora?!

A síndrome de Down, em sua constituição e em seus processos, ainda é desconhecida por uma parcela considerável da sociedade, mesmo em tempos de maior divulgação e informações nas redes sociais.

A maioria dos pais que estão esperando um filho(a), não imaginam que a criança possa nascer com tal síndrome e, frequentemente, a maneira como essa notícia chega para muitos deles e seus familiares, torna-se extremamente assustadora, gerando muitas vezes mágoas profundas com Deus, sentimento de culpa entre o casal que acha que foi por causa da genética de um ou de outro e em muitas situações, ocorre que os pais deixam as mães criarem esse filho(a) sozinhas, ao considera-lo (a) como sendo um problema.

Por uma verdadeira e autêntica comunhão

É cada vez mais urgente a necessidade de desconstruirmos preconceitos e vivermos inclusão, respeito, empatia com aqueles e aquelas que consideramos diferentes.

O movimento SINclua, convida você, a estar conectado conosco durante 5 dias, para que, unidos às pessoas com Síndrome de Down e aos seus familiares possamos vivenciar uma experiência de oração, testemunhos e fraternidade, em respeito às pessoas com deficiência e à diversidade e em busca de uma verdadeira e autêntica comunhão.

Oremos juntos!

Em defesa nomeadamente dos homens e mulheres com deficiência, é importante promover uma cultura da vida que afirme sem cessar a dignidade de toda a pessoa, independentemente da sua idade e condição social. (Papa Francisco)


Clique em "Quero fazer parte" para viver essa experiência de oração e fraternidade conosco!


Talvez você também goste desta comunidade de oração: 30 dias para aprender a viver a Gratidão

Oração do retiro

Oração

"Bem aventurados os que compreendem o meu estranho passo a caminhar e minhas mãos atrofiadas. Bem aventurado os que sabem que os meus ouvidos têm se esforçado para compreender o que ouvem. Bem aventurados os que compreendem que ainda que os meus olhos brilhem, minha mente é lenta. Bem aventurados os que olham e não vêem a comida que eu deixo cair fora do prato. Bem aventurados os que com um sorriso nos lábios, me estimulam a tentar mais uma vez. Bem aventurados os que nunca me lembram que hoje fiz a mesma pergunta duas vezes. Bem aventurados os que compreendem que me é difícil converter em palavras os meus pensamentos. Bem aventurados os que escutam, pois também tenho algo a dizer. Bem aventurados os que sabem o que sente o meu coração embora não o possa expressar. Bem aventurados os que me amam como sou, tão somente como sou e não como eles gostariam que eu fosse." Fonte: "Informaciones para Padres de Niños y Jovenes con necessidades especialies" SERRANO, J.ª MARRERO, E.; BLAS. G; C; DE SANMERIDA-VENEZUELA, 1989. Deus de amor, Deus de infinita bondade, Deus criador, te agradecemos por toda a diversidade da sua criação, por cada ser humano, obra de suas mãos de Pai. Ensina-nos, Senhor, a acolher a todos com o mesmo olhar, e o mesmo amor, que só o Senhor tem. Queremos ser bem-aventurados! Ofertamos a Ti, todas as pessoas com deficiência, especialmente as pessoas com síndrome de Down, nesse mês dedicado a elas.

Reze agora para este retiro clicando em "eu oro"