Nove dias, com nove santos: um caminho de (des)construção

Comece a novena quando você quiser!

Contando com a ajuda do Espírito Santo e dos nove santos que estarão conosco nessa caminhada, buscaremos transformar nosso interior aprendendo a nos (des)construir em Deus.

1 compartilhar

Um pouco da história...

“A sociedade que fez a opção econômica pelo escravagismo buscou um sólido conjunto de justificativas para tal orientação. As justificativas da escravidão, de origem filosófica, biológica e até mesmo teológica, geraram uma orientação preconceituosa e discriminatória em relação à cultura dos povos oriundos da África.

A Igreja encontrou dificuldades em apontar um outro caminho. O projeto colonial embasado na economia escravagista foi hegemônico. Não teria durado três séculos se tivesse enfrentado uma resistência mais consistente. A Igreja não o questionou de uma forma incisiva e em diversas situações compactuou com a escravidão. Um exemplo desta dificuldade: ainda hoje há poucas vocações sacerdotais e religiosas oriundas da cultura afro-brasileira. Há uma causa histórica para esta dificuldade.

(...) Viu-se que nas comunidades havia uma presença significativa da população negra. Muitos agentes de pastoral e lideranças diversas eram descendentes de africanos. Para isto fazia-se necessário o despojamento dos preconceitos e atitudes discriminatórias que também estavam nas lideranças, nos padres, nos religiosos e religiosas. O convite à conversão feito por João Batista à população da Palestina (Mt 3,2) foi feito também pelos negros à Igreja Católica nas suas diferentes comunidades. No caso, a conversão implica no reconhecimento da alteridade, a presença diferente, não menos cristã e comprometida com o Reino, apenas diferente. (Site: Pastoral afro-brasileira)

Por que essa novena?

Sabemos que por longos três séculos o povo negro foi submetido aos horrores da escravidão que, infelizmente contou com a adesão da Igreja. Essa marca cruel da história da humanidade, ainda reverbera em nossos dias. Por isso, existe uma necessidade urgente de reparação desse passado, para que possamos nos assemelhar cada vez mais ao Cristo que seguimos, centro da fé católica, o Deus criador de todos e que ama indistintamente todos os povos, seus filhos. 

Um convite a Des(construir)!

“O racismo é um vírus que se transforma facilmente e, em vez de desaparecer, se esconde, mas está sempre à espreita. As manifestações de racismo renovam em nós a vergonha, demonstrando que os progressos da sociedade não estão assegurados de uma vez por todas (...)

Queridos amigos, não podemos tolerar nem fechar os olhos para qualquer tipo de racismo ou de exclusão e pretender defender a sacralidade de cada vida humana.” Papa Francisco

Você conhece outros santos negros?

Queremos convidá-lo a participar de nove dias de oração com nove santos negros da igreja, para conhecer suas histórias, perceber o amor e presença de Deus em suas vidas e aprender com eles sobre a beleza das diferenças na diversidade da criação de Deus. Buscaremos juntos, em oração, reconhecer os preconceitos raciais enraizados em nós e pediremos a ajuda do Espírito Santo para que a transformação do nosso interior aconteça constantemente nesse processo necessário de caminhada do nosso "eu" em  (des)construção e para que também alcance toda a igreja.

Venha viver conosco esse tempo de graça

Oração da novena

Pai nosso

Pai nosso que estais nos Céus, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa vontade assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém!

Ore agora por esta novena clicando em "Eu oro"