Como adorar o Santíssimo Sacramento?

Ajoelhar-se diante do Santíssimo Sacramento e ficar em adoração é um dos momentos fortes de nossa vida cristã, entretanto, não sabemos bem como fazê-lo. “Para bem rezar não há necessidade de falar tanto! Sabemos pela fé que Deus está ali, no sacrário; abrimos-lhe o nosso coração e sentimo-nos felizes por ser admitidos à sua presença. É a melhor maneira de rezar”, nos explica São Cura d’Ars. Gozar da Sua presença é, com certeza, a chave para uma adoração que dá frutos, entretanto, nem sempre é fácil, em nossas vidas trepidantes, aquietar suficientemente nosso interior para sentar-se (ou ajoelhar-se) e simplesmente adorar o Senhor. Propomos aqui algumas chaves para responder a seus questionamentos.

Tomar consciência da presença real de Jesus Cristo

Quando vamos adorar o Santíssimo Sacramento, é indispensável tomar consciência da presença real de Cristo. Devemos ter aí um ato de fé. Sabemos que Ele está lá. Às vezes, podemos senti-Lo de forma palpável, mas, em outros momentos, só sabemos que Ele está ali porque estamos intimamente convencidos. De qualquer modo, sentindo ou não, estejamos conscientes de que Ele está realmente lá, presente na hóstia consagrada. Tenhamos no espírito que não estamos sozinhos diante do Santíssimo Sacramento: Ele está lá conosco.

Não se trata aqui de uma espécie de monólogo interior, mas de uma troca. “Eu O olho, Ele me olha”, dizia um paroquiano de São Cura d’Ars. E é exatamente isso que está acontecendo no momento em que estamos recolhidos diante do Santíssimo Sacramento: estamos ali para adorar, mas Ele também está ali nos amando profundamente. A adoração não é uma via de sentido único, mas mútua. Guardemos isso no coração cada vez que nos colocamos em adoração.

Rezar diante do Santíssimo Sacramento

Amar Jesus Cristo

A adoração do Santíssimo Sacramento não pede necessariamente uma oração falada. Ela pode dar-se de forma suficiente em um sentimento de amor profundo. Colocar-se diante do Senhor em adoração e dá-lo todo o seu amor, sentir todo amor que temos por Jesus e oferecê-Lo, de forma simples, sem buscar mais do que isso.

Falar com Jesus como se fala a um amigo

Amar Jesus significa fazê-Lo confiança. Podemos ir até Ele e oferecê-Lo todos os nossos sofrimentos e fraquezas – essa pode ser, particularmente, nossa dificuldade em estar totalmente presente, consciente da sua presença real, essa dificuldade de não se deixar levar pelas preocupações humanas durante a adoração.

Oração do coração

Como alguns ortodoxos ainda praticam muito hoje, podemos praticar também essa oração do coração, rezada diante de Jesus, que consiste em repetir uma frase no ritmo de sua respiração, ruminando-a, até que ela faça plenamente parte de nós. Tradicionalmente, essa frase é a seguinte: “Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, tende piedade de meu pecado”.

Entretanto, podemos tomar qualquer verso bíblico e repeti-lo da mesma forma, ou até mesmo utilizar nossas próprias palavras para falar com Jesus dessa forma. Você pode até mesmo cantar interiormente, tudo é possível, a única regra é oferecer sua oração, não importa qual seja sua forma, a Jesus, e amá-Lo profundamente. É assim, simples como somos: coloque em sua oração todo amor que uma criança coloca na flor – ou no graveto, ou na pedra, ou no desenho… – que ele dá a sua mãe.

Terço do Santíssimo Sacramento

Se você deseja uma oração mais construída, a fim de que sua concentração continue no Santíssimo Sacramento, então você provavelmente gostará de rezar o terço do Santíssimo Sacramento. Nós o ensinamos aqui no Hozana.

Terço

Enfim, Maria não é nosso modelo mais puro? Ela não foi a primeira a adorar Jesus? Sendo assim, rezar o terço – e, ainda mais, o rosário – permite que você medite os mistérios da vida de Jesus, de modo a sentir-se mais próximo dEle.

Adorar o Santíssimo Sacramento com o Hozana

Os retiros espirituais propostos pelo Hozana podem ajudá-lo a ter mais intimidade e profundidade na vida de oração. Eles podem ser acompanhados de momentos de adoração que você pode fazer em sua paróquia ou em uma igreja próxima, na qual se encontre o sacrário – ou que tenha adoração ao Santíssimo Sacramento em que ele esteja exposto. Compreendendo esse Coração que tanto nos amou, propomos o Retiro Um coração que tanto amou o mundo e, para aprender a interiorização por meio da espiritualidade de Santo Inácio de Loyola, propomos o Retiro espiritual inaciano.