Meditatio: segunda etapa da lectio divina

A lectio divina – método de leitura das Sagradas Escrituras para se abrir e meditar a Palavra de Deus – é decomposto em quatro etapas. Depois de acolher a Palavra na primeira etapa (lectio), inicia-se um processo de meditação, a fim de colher os frutos dessa leitura e se preparar para as etapas seguintes de oração (oratio) e contemplação (contemplatio). Esse método pode ser seguido por todos os cristãos que procuram se aproximar do Senhor (como observado pelos papas São João Paulo II e Bento XVI) e não exige nenhum conhecimento ou capacidade de análise específica.

O que é a meditatio?

“Toda Escritura é inspirada por Deus e é útil para ensinar, para argumentar, para corrigir, para educar conforme a justiça.” (II Tm 3, 16).

Depois de provar, na lectio, a Palavra Divina, chega o momento de “mastigá-la” para retirar dela os nutrientes que possui. Ela não é apenas boa (verdadeira, bela), mas ela também é boa para nós hoje (edificante, salvadora). A Palavra de Deus é viva, ela é o pão vivo para nosso cotidiano. Como cristãos, ela é nossa guia e nos ilumina em nossas decisões, em nossas ações.

Essa segunda etapa é, portanto, o momento de mergulhar no texto e compreender – além daquilo que ele diz – aquilo que ele desvenda para nós, hoje, em nossa vida de batizados do século XXI.

Como praticar a meditatio?

Compreender por meio do embasamento bíblico

No momento da lectio, fizemos a leitura da passagem bíblica escolhida diversas vezes. Na fase da meditatio, podemos nos apoiar, se necessário, em outras passagens de outros livros da Bíblia. Essa expressão, aquela situação… nos faz pensar em outra passagem? Encontre-a e leia. Vejamos o que essas passagens têm em comum. Também é importante compreender bem o contexto no qual a passagem está inscrita, a fim de evitar qualquer má interpretação. Podemos nos guiar pelas notas de rodapé associadas, mas também alguns versículos antes ou depois da passagem escolhida para melhor situar e compreender os versículos.

Atualizar a mensagem graças a duas perguntas

Uma vez que entendemos bem o texto, é o momento de fazer duas perguntas:

  • Por meio desse texto, o que aprendemos de Deus? O que isso nos fala da ligação que Ele deseja ter com os homens? E comigo? Por meio dessas palavras e expressões empregadas, o tom utilizado… Deus aparece como Pai, Criador, Salvador…?
  • Qual a relação dessa passagem com nossa vida hoje? No que isso que está sendo dito é uma Boa-Nova para os cristãos, para o mundo, para mim hoje?

Depois de responder essas perguntas, tomemos um tempo em silêncio para deixar tudo isso germinar em nosso coração antes de passar para a terceira etapa: a oratio.

Venha se nutrir da Palavra de Deus por meio das comunidades de oração do Hozana!

Viva a lectio divina por meio da comunidade de oração Lectio divina: a Liturgia comentada e faça todos os dias a experiência da leitura orante da Palavra de Deus. Com meditações da liturgia diária, viva a experiência de viver a intimidade com Deus!